Pacote ISO/IEC 17025 + Segurança em Laboratório

Esta formação online permite ao aluno implantar e manter um sistema de gestão da qualidade adequado e eficaz, para laboratórios de ensaios e calibrações, conforme ISO/IEC 17025:2005 e aprender os principais conceitos e técnicas relativos à segurança em laboratórios, abrangendo informações sobre como projetar um laboratório, tipos de riscos nos quais os profissionais atuantes em diferentes tipos de laboratórios estão potencialmente expostos e os aspectos de segurança estrutural a serem considerados.

Observação: a norma ISO/IEC 17025 está em estágio de revisão inicial pela ISO-CASCO a previsão atual de publicação da nova versão da norma é outubro de 2017, caso deseje acompanhar a revisão veja o nosso blog e/ou solicite o rascunho da norma para nosso suporte pelo e-mail contato@comexito.com.br .

Instrutor do curso

Marcia R. Guerra
Graduada em engenharia e pós-graduada em engenharia de segurança do trabalho pela USP, Márcia Regina Guerra tem 43 anos de experiência profissional, 33 deles dedicados a Sistemas de Gestão e Gestão de Negócio.



32 horas aula

6 meses de acesso ao curso

investimento ComÊxito Pague menos com nossos combos

VER DEMONSTRAÇÃO GRAVADA

investimento ComÊxito Desconto: 20%
investimento ComÊxito Investimento R$ 151,20
(Dólar $ 45.82)

Pagamento por Pagseguro, Paypal, Boleto
* Opções de Parcelamento PagSeguro em até 10x
** Paypal em 3x sem juros
Compartilhe:

ISO/IEC 17025 - Requisitos gerais para a competência de laboratórios de ensaio e calibração

A padronização das atividades dos laboratórios de ensaio e calibração ocorreu com publicação da ISO/IEC Guia 25 em 1978, porém na Europa como havia a EN 45001 como norma para reconhecer a competência dos ensaios e calibrações realizadas pelos laboratórios a ISO/IEC Guia 25 não foi bem aceita.

Tanto a ISO Guia 25 como a EN 45001 continham aspectos cujos níveis de detalhamento não eram suficientes para permitir uma aplicação consistente, então a ISO iniciou em 1995 a revisão da ISO Guia 25 através do Working Group 10 (WG 10) da ISO/CASCO (Committee on Conformity Assessment). Dessa revisão resultou a norma ISO/IEC 17025 - Requisitos gerais para a competência de laboratórios de ensaio e calibração, de 15 de dezembro de 1999 e publicada no início do ano 2000. No Brasil, foi publicada pela ABNT a NBR/ISO/IEC 17025 em janeiro de 2001 e sua segunda edição em 2005.

A ISO/IEC 17025 estabelece os critérios para os laboratórios que desejam demonstrar sua competência técnica, que possuem um sistema da qualidade efetivo e que são capazes de produzir resultados tecnicamente válidos. Os principais objetivos da ISO/IEC 17025 são:

  • Estabelecer um padrão internacional único para atestar a competência dos laboratórios para realizarem ensaios e/ou calibrações, incluindo amostragem.

  • Facilitar a interpretação e a aplicação dos requisitos, através de inúmeros esclarecimentos e exemplos.

  • Abranger o desenvolvimento de novos métodos.

  • Conformidade com a ISO 9001.

O credenciamento na Norma 17025 para laboratório pode proporcionar para as Indústrias e Prestadores de Serviço os seguintes benefícios
  • Diferencial competitivo, fator de divulgação e marketing.

  • Fidelização dos clientes atuais e conquista de novos clientes.

  • Laboratórios poderão comprovar que os produtos da organização foram ensaiados e são tecnicamente capazes de atenderem às especificações de desempenho, segurança e confiabilidade.

  • O crescimento das atividades de certificação de produtos representa um novo mercado a ser explorado pelos laboratórios de ensaio e/ou calibração.

  • Os resultados de ensaio e calibração poderão ser aceitos em outros países, desde que o laboratório utilize os critérios da ISO/IEC 17025 e seja credenciado por um organismo que estabeleça acordos de reconhecimento mútuo com organismos equivalentes de outros países. Este é o caso do INMETRO, que recentemente estabeleceu um acordo de reconhecimento mútuo com a European co-operation for Acreditation (EA).

  • Atender a exigências legais de autoridades regulamentadoras, como por exemplo, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

  • A ISO/IEC 17025 facilitará a cooperação entre laboratórios e outros organismos, auxiliando na troca de informações e experiências, bem como na harmonização de normas e procedimentos, o que poderá significar redução de custos

Nos dias de hoje, Indústrias e Prestadores de Serviço presentes no mercado, possuem ou estão buscando a implantação da Norma 17025 para laboratório devido às vantagens e benefícios trazidos com essa prática. Essas organizações reconhecem que a implantação é um investimento de médio e longo prazo e não um aumento de custos.

Segurança em Laboratórios

Atualmente, nos países mais desenvolvidos industrialmente, a preocupação com a segurança é cada vez maior, sendo que o desenvolvimento de uma cultura para eliminação e prevenção de acidentes se torna cada vez mais importante e mais eficaz como ferramenta de prevenção diária. Esta preocupação aumenta especialmente nos setores onde as características das atividades realizadas são mais insalubres ou geram potencialmente mais riscos tais como na construção civil e áreas agrícola, química, petroquímica entre outras, onde o laboratório se apresenta como um dos locais mais susceptíveis à ocorrência de acidentes.

Devemos responder a duas perguntas fundamentais para determinar o grau de importância e de impacto deste tema no dia a dia de laboratório.

Por que devemos nos preocupar com a segurança nos Laboratórios?

Segundo a Declaração dos Direitos Humanos, todo homem tem direito à vida e desta forma, precisa nos preocupar em preservá-la. Uma forma das formas de preservação da vida é preocupar-se com a segurança no ambiente de trabalho. Portanto, se você trabalha em um laboratório, precisa conhecer os riscos a que está exposto, bem como contribuir para melhorar suas condições de segurança.

Por que os acidentes acontecem?

A variedade de riscos que podem gerar potenciais acidentes é muito ampla em um laboratório. Isso se deve ao fato de que em um laboratório, o profissional está exposto à presença de substâncias letais, tóxicas, corrosivas, irritantes, inflamáveis, além de utilizar equipamentos que fornecem riscos, tais como exposição a agentes tóxicos ou corrosivos, incêndios, explosões, radiações ionizantes e agentes biológicos patogênicos.

Além disso, outros fatores podem contribuir para a ocorrência de situações de risco em um laboratório tais como instruções inadequadas de trabalho, desatenção, uso de equipamentos ou de substâncias inicialmente desconhecidas, alterações emocionais e até mesmo excesso de confiança.

Dados estatísticos provam que a maioria dos acidentes em laboratórios ocorre por imperícia, negligência e até imprudência dos técnicos. Face a isto, torna-se necessário estabelecer normas mais rígidas de segurança, bem como realizar treinamentos intensivos e periódicos junto aos técnicos envolvidos nas atividades laboratoriais. Para isso, devem ser considerados não só os aspectos comportamentais dos técnicos, mas também os aspectos estruturais do laboratório, de forma a minimizar riscos e oferecer condições seguras de trabalho. Desta forma, todos os requisitos aplicáveis de segurança devem ser incluídos e considerados no projeto inicial e na montagem das instalações do laboratório, bem como estudos sobre a topografia do terreno, orientação solar, ventos, segurança do edifício e do pessoal, distribuição e tipos de bancadas, capelas, estufas, muflas, tipos de piso, iluminação e ventilação.

Ainda dentro do projeto, é importante considerar o estudo do local a ser adotado como almoxarifado, pois, quando são negligenciadas as propriedades físicas e químicas dos produtos químicos armazenados, podem ocorrer situações de risco tais como incêndios, explosões, emissão de gases e vapores tóxicos, pós, radiações ou combinações variadas destes efeitos, tornando o local de trabalho potencialmente perigoso e susceptível a riscos e acidentes.

Além das questões estruturais, condições específicas de trabalho precisam ser estabelecidas em função do tipo de atividades que serão desenvolvidas no laboratório. Para exemplificar tal conceito, vejamos alguns exemplos de requisitos específicos que devem ser adotados em três diferentes tipos de laboratórios:

Laboratório Químico

Nestes laboratórios são realizadas análises físico-químicas no qual uma grande variedade de materiais e reagentes químicos é utilizada. Estes materiais são classificados e devem ser manuseados de forma diferenciada em função de suas características químicas no que tange, por exemplo, a estocagem e toxicidade. Riscos sempre existirão, mas os acidentes podem ser eliminados por meio de um maior conhecimento das propriedades dos materiais estocados e manuseados..

Laboratório de Microbiologia

As infecções associadas ao trabalho com microrganismos em laboratórios têm ocorrido desde os primórdios da microbiologia e muitas vezes, levando pessoas a óbito. Ao contrário dos acidentes envolvendo substâncias químicas e fogo, onde a causa e o efeito são prontamente identificáveis, é muito difícil na maioria das vezes determinar-se qual e se a moléstia infecciosa foi contraída no laboratório. Face a isto, é particularmente difícil fazer associações com doenças que muitas vezes também são frequentes na comunidade tais como hepatite e gripe. Desta forma, materiais que podem causar infecções ou que são tóxicos são considerados potencialmente perigosos.

Laboratório de Radiologia

Já em laboratórios de radiologia, tendo em vista os indesejáveis efeitos que a radiação ionizante provoca, deve-se ter preocupação em estabelecer políticas e regulamentações para o uso seguro da radiação. Para tanto, a Comissão Internacional de Proteção radiológica (ou ICRP) publica periodicamente recomendações de uso relativas a este assunto e que devem ser consideradas no estabelecimento da rotina deste tipo de laboratório.

Esta formação permite ao aluno implantar e manter um sistema de gestão da qualidade adequado e eficaz, para laboratórios de ensaios e calibrações, conforme ISO/IEC 17025:2005 e aprender os principais conceitos e técnicas relativos à segurança em laboratórios, abrangendo informações sobre como projetar um laboratório, tipos de riscos nos quais os profissionais atuantes em diferentes tipos de laboratórios estão potencialmente expostos e os aspectos de segurança estrutural a serem considerados.

Não são exigidos pré-requisitos do aluno para realizar este curso.

Curso NBR ISO/IEC 17025

 

Módulo I - ISO/IEC 17025 - Requisitos Gerais para Competência de Laboratórios de Ensaio e Calibração. Apresentação da norma ISO/IEC-17025:2005, 00 - considerações gerais, 01 - Características, 02 - Introdução, 03 - Relação entre as normas NBR ISO/IEC 17025 e NBR ISO 9001, 04 - Objetivos, 05 - Referências normativas, 06 -Termos e definições, 07 - Aplicação, 08 - Certificação e acreditação, 09 - Custos, benefícios e dificuldades, 10 - Redes metrológicas. Módulo II - 4 - Requisitos da direção, 4.1 - Organização, 4.2 - Sistemas de gestão, 4.3 - Controle de documentos. Módulo III - Requisitos: 4.4 - Análise crítica de pedidos propostas e contratos, 4.5 - Subcontratações de ensaios e calibrações, 4.6 - Aquisição de serviços e suprimentos. Módulo IV - Requisitos: 4.7- Atendimento aos clientes, 4.8 - Reclamações dos clientes, 4.9 -Controle de ensaios e calibrações não conformes, 4.10 - Melhorias contínuas, 4.11- Ações corretivas 4.12- Ações preventivas. Módulo V - Requisitos: 4.13 - Controle de registros, 4.14 - Auditorias, 4.15 - Analise crítica pela direção. Módulo VI - 5- Requisitos técnicos, 5.1 - Confiabilidade e incerteza das medições, 5.2 - Recursos humanos, 5.3 - Acomodações e instalações. Módulo VII - Requisito 5.4 - Validação de métodos de ensaios e calibração. 
Módulo VIII - Requisitos: 5.5 - Equipamentos, 5.6 - Rastreabilidade de medições. Módulo IX - Requisitos: 5.7 - Amostragem, 5.8 - Manuseio de itens de ensaio e calibração, 5.9 - Garantia da qualidade de resultados de ensaios e calibrações. Módulo X - Requisito 5.10 - Apresentação de resultados e relatórios de ensaios e calibrações. Prova de avaliação.

Curso Segurança em Laboratórios

Módulo I - Segurança em Laboratórios. Introdução, conceitos gerais e legislações aplicáveis em segurança do trabalho.
Módulo II - Riscos químicos e produtos controlados; Riscos biológicos e radioativos.
Módulo IV - Riscos físicos.
Módulo V - Atividades operacionais e técnicas gerais de manipulação segura no laboratório.
Módulo VI - Gestão de riscos, descarte de resíduos, equipamentos de emergência e de proteção individual (EPI).

Nosso certificado não indica se o curso é presencial ou online e é muito bem aceito por empresas públicas, privadas e órgãos governamentais, temos 22 anos de mercado, mais de 10 anos com cursos online pela internet e somos conhecidos pela qualidade de nossos cursos.

Ao final do curso, o aluno receberá um certificado digital de conclusão com a carga horária especificada. Se a compra for uma formação ou combo com vários cursos o aluno receberá um certificado digital para cada curso realizado e ao receber o último certificado deve mandar um e-mail para contato@comexito.com.br que nosso suporte enviará um certificado por e-mail para a formação completa.

Se desejar, o aluno poderá solicitar também um certificado impresso em papel, mediante o pagamento de uma taxa adicional para cobrir despesas com impressão e envio por correio. O certificado em papel deve ser comprado para cada curso individual em uma formação ou combo.

Os cursos do site têm a aprovação do MEC?

Nossos cursos são de informação não de formação, são chamados cursos livres e não tem relação com a estrutura formal de educação.

O que é curso livre?

Curso Livre, que após a Lei nº 9.394 - Diretrizes e Bases da Educação Nacional passou a integrar a Educação Profissional, como Educação Profissional de Nível Básico, é a modalidade de educação não-formal de duração variável, destinada a proporcionar ao trabalhador conhecimentos que lhe permitam reprofissionalizar-se, qualificar-se e atualizar-se para o trabalho. Não há exigência de escolaridade anterior.

Os cursos livres devem ser regulamentados por algum órgão?

Esses cursos não são regulamentados, sendo livres sua oferta e sua organização.

O que vale nos cursos livres é as empresas públicas e privadas e órgãos como o MTE aceitarem o certificado, o que é o nosso caso.

Pode-se emitir certificados dos cursos livres?

Sim, a escola pode emitir certificado de qualificação profissional.

Qual a legislação sobre o assunto?

Lei nº 9.394/96

Decreto nº 5.154/04

Deliberação CEE 14/97 (Indicação CEE 14/97)

 

 

Profissionais interessados em conhecer os requisitos da norma ISO/IEC 17025:2005 e adquirir os conhecimentos necessários para implantar e manter uma estrutura segura de Laboratório.

O aluno pode começar o curso quando quiser, podendo ainda rever as aulas várias vezes. Disponibilizamos acesso a um fórum de discussão, para que o aluno possa enviar dúvidas diretamente a instrutora dos cursos, que responderá em até 24 horas. Muitos slides possuem exemplos práticos e experiências da instrutora, e cada módulo do curso possui exercícios para ajudar no aprendizado. O tempo estimado para executar cada curso pode variar entre 14 e 16 horas.

- O Curso Online de ISO/IEC 17025 é composto por cerca de 260 slides narrados em áudio, contendo explicações detalhadas de cada tópico do slide.

- O Curso Online de Segurança em Laboratórios é composto por cerca de 350 slides narrados em áudio, contendo explicações detalhadas de cada tópico do slide.

O aluno poderá assistir ao curso quantas vezes quiser durante um período de seis meses.

Para assistir às aulas é necessário estar conectado à internet.

Após a confirmação do pagamento, o aluno receberá um e-mail com as instruções necessárias para entrar no ambiente de ensino e iniciar imediatamente o curso.

 

Observações Importantes:

  • As aulas são gravadas, portanto, o aluno pode assisti-las quantas vezes desejar dentro de um período de 6 meses.

  • Todo material é em formato eletrônico; não trabalhamos com material impresso ou em CD; o aluno faz o download pelo site de todo material.

  • As aulas gravadas serão disponibilizadas somente via Internet; não é permitido o download do áudio. Todos os slides das aulas gravadas são disponibilizados em formato PDF para que o aluno possa imprimir.

  • Não é permitida a distribuição do material.

  • Caso o aluno não consiga realizar o curso dentro de 6 meses, poderá pedir prorrogação do prazo por mais 6 meses mediante o pagamento de 50% do preço do curso individual.

  • As licenças vendidas são individuais e o certificado só é emitido no nome do aluno cadastrado.

Para que você possa acessar as aulas gravadas é necessário ter as seguintes configurações em seu computador:

  1. Caixas de som ou fones de ouvido para ouvir as aulas gravadas. É aconselhável ter uma caixa de som amplificada para conseguir ouvir as aulas em um bom volume, ou ainda um fone que seja livre de chiados. Recomendamos fazer um teste de som a partir da aula demonstrativa;
  2. Acesso rápido à internet: é recomendado um acesso com capacidade maior de 500 Kbps para assistir as aulas, 3 Mbps para fazer exames certificados pelo EXEMPLAR GLOBAL e acima de 5 Mbps para participar com qualidade de web conferências, verifique sua velocidade pelo site http://www.minhaconexao.com.br/;
  3. Não pode haver bloqueio para download de arquivos MP3 na rede;
  4. Browser: Internet Explorer 10 ou superior, Firefox ou Chrome ou Opera em suas últimas versões;
  5. Plug-in Flash Player instalado no navegador, o Crome já tem o Flash Player, mas caso você use um navegador que não tenha ele pode ser baixado pelo link: https://get.adobe.com/br/flashplayer/;
  6. Microsoft Word, Excel (apenas para alguns cursos) e Adobe Acrobat Reader para a leitura das apostilas;
  7. Liberar a configuração do flash player e pop-ups para o site da Comexito.
  8. Recomendamos sistema operacional Windows mas desde que devidamente configurado poderá usar qualquer sistema operacional sendo ele Linux ou Mac. Para outros sistemas operacionais, faça um teste utilizando a aula demonstrativa deste curso. Se você conseguir visualizar os slides com áudio, significa que o seu sistema é compatível;
  9. Para assistir os treinamentos em tablet:
  10. Para realizar exames certificados pelo EXEMPLAR GLOBAL você deve ter câmera e microfone, nosso sistema de segurança irá utilizar seus recursos para identificá-lo e para gravar áudio e vídeo de você e do ambiente durante a realização dos exames. Isso não é necessário para as provas de cursos sem exames certificados;
  11. Os exames certificados pelo EXEMPLAR GLOBAL e simulados não podem ser realizados utilizando tablets ou IPADs porque o software de segurança não permitirá o acesso.
  12. Quando você tiver perda de conexão ou outros problemas relacionados a operação devido a sua infraestrutura de TI, durante a realização de exames do EXEMPLAR GLOBAL, cancelaremos a tentativa e daremos uma nova chance, mas cobraremos o valor de $ 23,00 dólares para pagamento da utilização do software de segurança novamente.



BASE DE ABAST. DA MAR. NO RIO DE JANEIRO

Empresa: BASE DE ABASTECIMENTO DA MARINHA NO RIO DE JANEIRO


Edjairson Pereira

Empresa: Empresa Brasileira de Infra-Estrutura


Elaine Cristina Pimentel

Empresa: Opinião Assessoria e Consultoria Ltda.


FERNANDA APARECIDA CEZARIO

Empresa: CMR4 ENGENHARIA E COMERCIO LTDA


Fernando Henrique Morales Vecchiato

Empresa: Computeasy


Jocemara Bezerra Mendes

Empresa: Computeasy


JONATHAS RODRIGUES DOS SANTOS

Empresa: Vessel-Log companhia Brasileira de Navegaço e Logística S.A


LUIZ ANTÔNIO DA SILVA

Empresa: Freudenberg Não Tecidos Ltda


Luiz Heleno Alves Dias

Empresa: Norma Ambiental Consultoria E Treinamento LTDA.


MERCIA CRISTINA SOUZA MONTEIRO

Empresa: COTEMINAS S.A.


Priscila Muronaga Pereira

Empresa: Computeasy


Rafael Matheus Riva

Empresa: Semeato S/A Industria e Comércio


Regina Cabus Nachef

Empresa: Indra Brasil Soluções e Serviços Tecnológicos S.A


Reinaldo Serni

Empresa: Computeasy


Valdemir Rodrigues Pinheiro

Empresa: VOTORANTIM CIMENTOS S/A


Valdemir Rodrigues Pinheiro

Empresa: VOTORANTIM CIMENTOS S/A


XERXES FERREIRA DA SILVA

Empresa: Banco da Amazonia


,kjhkjnkjyhkjhk

Empresa: 1546847545


.Jurema Riano Navarro

Empresa: Dígitro Tecnologia Ltda.


:Samuel Nogueira Pereirae

Empresa: Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo - CODASP


Sobre ComÊxito

A ComÊxito tem 22 anos de mercado, foi fundada e é administrada por Márcia Guerra - engenheira Politécnica (43 anos de experiência), promove ensino a distância pela internet desde 2006, com muita clareza e conteúdo didático desenvolvido por profissionais competentes. As aulas são gravadas e dúvidas são respondidas prontamente.
Desenvolvido por Thyago Henrique Pacher - thyago.pacher@gmail.com